Vocação: Chamado Sublime de Deus

Publicado: 03/08/2009 em Carmelo São Jose

escudocarmeloVocação: ChamadoSublime de Deus

“Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi  e vos estabeleci para que vades e deis frutos e o vosso fruto permaneça” (Jo 15,16).

A palavra vocação vem do latim vocare, que quer dizer chamado. Vocação é dom de Deus, não mérito nem privilégio de ninguém. Deus chama, escolhe, separa, consagra, une, confia uma missão ao vocacionado.

Cada pessoa tem uma vocação. Todos fomos chamados à vida e à missão. Cabe a cada um escutar a voz de Deus e responder com generosidade e amor ao chamado Divino.

O mês de agosto, no Brasil, é dedicado às vocações. No primeiro domingo destacamos o dia do padre, e neste ano por ocasião do Ano Sacerdotal, celebraremos com maior intensidade. O padre é um dom de Jesus Cristo. São homens que doam toda a sua vida pela Igreja, pelo povo. Nós devemos ajudar os padres para que se sintam, de fato, reconhecidos naquilo que são. Nós devemos dizer-lhes que nós os admiramos, nós os amamos, que queremos ajudá-los em tudo o que nos é possível.

No segundo domingo celebramos o dia dos pais e a abertura da semana da família. Refletimos então sobre a vocação de ser pai e mãe, de construir uma família. Como é bonita essa vocação, quando assumida com responsabilidade, diálogo e principalmente perdão!  Infelizmente hoje falta Deus nas famílias. Precisamos salvar nossas famílias. Olhemos para a Sagrada Família de Nazaré.

Na festa da Assunção de Maria, celebramos a vocação consagrada, feminina ou masculina. É o dia dos religiosos, daqueles que deixaram tudo para seguir Jesus através dos votos de pobreza, castidade e obediência.

No quarto domingo, é o dia de todos os ministérios leigos, de modo especial, dos catequistas. O catequista tem a grande missão de anunciar Jesus.  É semeador de novas vocações. É chamado a comunicar a pessoa de Jesus Cristo, a fazer o evangelho chegar no coração das crianças, dos adolescentes, jovens e adultos.

Vocação é coisa séria, dela depende o nosso futuro, e não só a nossa felicidade, mas a de muitos de nossos irmãos, pois como nos diz São Paulo: “Se vivemos, vivemos para o Senhor; se morremos, morremos para o Senhor. Quer vivamos quer morramos, pertencemos ao Senhor.” Rm 14,8

Se você ainda não descobriu a sua vocação, reze e peça as luzes do Espírito Santo, a fim de conhecer a vontade de Deus e realizá-la de todo o coração, custe o que custar.

Rezemos pelas vocações, rezemos pela perseverança dos sacerdotes e religiosos. Rezemos também pelas famílias, pois são delas que nascem as vocações.

Irmã Elisabeth,

Carmelo São José

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s